plurall


Voltar   plurall > Cultura Trance > PsyTrance: história, filosofias e ideais

PsyTrance: história, filosofias e ideais Sabe como tudo começou? Quer entender? Participe e divida seus conhecimentos!

Resposta
 
LinkBack Ferramentas do Tópico Pesquisar no Tópico Modos de Exibição Translate
  #11 (permalink)  
Antigo 06-04-2008, 16:49
Anselmo
Visitante
 
Posts: n/a
Padrão

o minimal trance existe.....:dance2:


No trance minimal os pequenos detalhes são muito valorizados. Tem-se a presença de menos elementos sonoros que o psy trance e batidas menos intensas.

è como se disses o 8 ou o 80; certamente ja ouviste falar nesta expressao, o minimal, è o 8 do trance, bastante calmo e repetitivo nos seus efeitos, usa menos elementos mas trabalha-se mto nos seus detalhes...enkanto k no full on (risos) a veretente mais rapida e potente do trance, dancante, melodico, alegre.... pomenores em baixo.....


Full OnÉ a vertente mais pesada e rápida do Psy Trance. Seus baixos são corridos com muitas variações de tons, sintetizadores ao extremo e por uma grande oscilação entre momentos de euforia total e melodias bem trabalhadas, geralmente construídas entre 142 e 150 bpms. É sem dúvida um som que tem um apelo dançante. É extrovertido e convidativo à expressão corporal da dança. Seus elementos vão entrando, cada um em seu tempo, até que a música enche, e então explode. Alguns da vertente são o Absolum, Alien Project, Rafa aka Hibotic, GMS, Fuzzy Project, Infected Mushroom, Logic Bomb,Phantasmatic, Duo Sensuality,Sesto Sento, Parasense, Astrix, Talamasca, Sub6, 1200 Mics, Eskimo,Ganjasonic,Growling Machines e Dynamic. O Full On se divide em:
Morning: sub-vertente que é mais comum no período da manhã nas festas, com muito groove e muita melodia. A maior parte dos "mornings" vem de Israel. Artistas como Astrix, Vibe Tribe, Melicia, Psydrop,DNA e Sesto Sento apostam no "morning" com seus synths altamente melódicos. Expoentes de "morning" de outros países também se destacam, como por exemplo o Protoculture (África do Sul), Bamboo Forest (França) e Orbital Vision (Brasil).
High Tech: sub-vertente muito comum no período da tarde nas festas, é derivado do morning, e tem mais efeitos eletrônicos. Os maiores produtores de "high tech" são Israelenses como Perplex, Phanatic, Freedom Fighters, Ananda Shake, tendo outros bons produtores de várias nacionalidades.
Night: sub-vertente que se destaca pelo mix de elementos do Dark Trance (batidas pesadas, sintetizadores sombrios) com uma ritmo mais acelerado, poucas melodias e é mais dançante. O projeto mais conhecido de night, embora muitos o considerem "dark" é o Shift. Alguns artistas da sub-vertente: Winter Demon, Azax Syndrom, Damage, Seroxat, Iron Madness, Neuromotor, Menog, Abomination e Fungus Funk.
Groove: sub-vertente que não distingue "night" ou "morning", tem como principal idealizador o projeto francês Talamasca é bem aceita em qualquer horário, utiliza também muito sintetizador, muita explosão, linhas de baixo mais incorpadas e pesadas de facil assimilação. Projetos como "Shove", "Flip Flopt", "Twenty Eight", "The First Stone", "Overclock", "Mental Broadcast", Intelabeam, Rampage, Wrecked Machines, Audio-X, Element Project e Freakulizer são alguns exemplos.

Progressive
Vertente mais calma, lenta e extremamente lisérgica do Psy Trance, construída geralmente (mas nem sempre) entre 130 e 140 bpm. A oscilação é deixada de lado, o som é mais constante, retilíneo e crescente. Os sintetizadores são mais sutis, sendo a batida e a linha de baixo o que mais interessam ao trance. É uma música introspectiva, que busca equalizar as ondas do cérebro, e assim, chegar a um estado meditativo da dança. É o som típico de fim de tarde no qual, depois do Dark e do Full On, é muito aceita para descansar o corpo e a mente.Tem um kick bem leve e um baixo bem grooveado, passando por diversos tons que empolgam seu ritmo dançante. Exemplos são os produtores do Beat Bizarre, Zion in Mad, Metapher, Bitmonx, Ace Ventura, Ticon e Atmos. O "prog" mescla várias vertentes e sub-vertentes da música eletrônica podendo caminhar entre o prog house, prog psy e prog dark, estando todos englobados no mesmo estilo (não há como classificar ou teria-se nomenclaturas enormes do tipo minimal-progressive-electro-breaks). Ele pode ter um bassline com bastante groove, assim como nenhum groove.


.Dark Psychedelic Trance (Transe psicodélico obscuro)
É uma subvertente do Psychedelic Trance que possui um caráter sombrio, escuro e sinistro, ao contrário do Morning Trance que tem melodias bem alegres. Caracteriza-se por apresentar efeitos curtos e rápidos, batidas que variam de 140-200 bpm sem uma melodia pegajosa de sintetizador, baixo reto ou em alguns casos 'grooveado', bumbo(kick) pesado e samples (amostras de som) macabros de filmes como: gritos, risadas, sons de animais, interjeições. Geralmente se ouve nas noites das festas, algumas festas podem durar várias horas com a mesma subvertente chegando ao entardecer, como é o caso dos sets de Goa Gil. Além disto, apresenta sintetizadores característicos de efeitos de terror em filmes e cada música tem uma cadência bem diferenciada, podendo ser dançante ou não (nos casos mais pesados ou muito acelerados).
Divisões
O Dark se divide em:
Weird: é a variação mais sombria, barulhenta e bizarra do dark trance. Com um pitch muitas vezes bem acelerado, chimbais continuos e samples aterrorizantes, proporciona um som massacrante para quem não aprecia o gênero.
Exemplo: Celsung, Catatonic Despair, Evilcore, Xikwri Neyrra, Kryptum, Abaddon Chaos Madness, Bug Funk, Dark Hallik
Twisted: Som grooveado que apresenta efeitos rápidos e sons tecnológicos. Envolve maior uso de técnicas.
Exemplo: Kindzadza, Cosmo, Highko, Electrypnose
BPM: 148-160


Trance minimalista


O Trance minimal, é uma vertente do trance extremamente detalhista, onde os detalhes são valorizados ao máximo. Com muito menos elementos que o trance progressivo, o Minimal é a mais "silenciosa" das vertentes do Trance Music. o estilo se caracteria muito mais pela crescente fluência dos detalhes do que pela fluencia da música em si. Nas outras vertentes de trance vemos um mix de sons juntos que levam o ouvinte a uma viagem pela música com um som hipnótico, já no minimal vemos a música começar e, dai por diante, cada detalhe minimo da música vai crescendo ate que o set do dj acabe. Um exemplo disto é que em uma música de outra vertente do trance temos uma variaçao de Bpm de 140 a 160(dark trance o mais rápido dos estilos de trance), já no minimal as batidas correspondem ao detalhe, que também se torna algo hipnótico, a música pode por exemplo destacar o som de uma gota de água, um objeto caindo e dele fazer com que todo o resto da música flua em harmonia com o todo, nao é muito apreciado em nosso país pelo seu cárater repetitivo e contemplativo, em nosso país os europeus são bem mais aceitos.


Desculpem là. Para kem nao dis k hoje em dia nao e facil faser distincoes entre os varios tipos de musica mas ....
So nao distingue kem nao estiver dentro do assunto pk as diferencas sao bem claras, para kem tem o ouvido apurado....
uma pesoa k tenha um pouco de teoria e ouvido safa-se, pode haver uma musica ou outra em k se fike na duvida mas nao sao assim tantas.....
Digg this Post!Add Post to del.icio.usBookmark Post in TechnoratiTweet this Post!
Responder com Citação
  #12 (permalink)  
Antigo 29-04-2008, 18:48
rapha_paps
Visitante
 
Posts: n/a
Padrão

Ola para todos.

Comecei a frequentar festas de musica eletronica a cerca de 1 ano e meio, e de uns 8 meses pra ca, tenho realmente curtido o som, de verdade. Mas quanto mais escuto, percebo que tenho mais duvidas, rs.
Alem das vertentes do eletro, curto muito trance também, mas tenho duvidas em relação a classificação dos estilos.
Será que alguem pode me ajudar???? Vou tentar resumir oque entendi ate agora sobre os estilos, explicar minhas duvidas, e aguardar a boa vontade de amigos mais entendidos.
Pelo o que tenho lido, o trance pode ser dividido em alguns tipos, sub-tipos e "sub-sub-tipos". Vou colocar ao lado o que entendo sobre cada vertente, e exemplo de djs que façam o estilo:

** PROGRESSIVE (tenho muitas duvidas de distinguir o progressive house do progressive trance e do prog psy. Por exemplo, o som do tiesto seria progressive com influencias de techno? Paul vandyk, Above & beyond seriam do genero? Seria o estilo "euro trance"?
**MELODIC (tambem não sei distinguir exatamente a diferença entre este e o progressive. Seria o progressive com mais vocal..... estilo above & beyond? Estilo just be do Tiesto?
TECH (Desconheço, seria o som do tiesto, tipo traffic?)
DEEP (Desconheço)
HARD (Desconheço)
UPLIFITING (desconheço)
GOA ( sei que é a origem do psy, som originado de musica tipica da ilha de goa, mas não conheço o som exatamente)
PSY TRANCE
- FULL ON
Morning
high teach
nigth
grove
- Bem, eis um estilo muito confuso pra mim. Eu pensava que full on seria aquela batida classica, tipo astrix(sex style/poison), wrecked(Rubberneck/trancepoting), growling machines(os remixes/dream on), protoculture(occeanic), sesto sento(pumpkin/peaple), Talamasca(Party generation) alien... tipo aquele som com o bpm de trance, elementos psicodelicos, muito grave.... Mas aí me disseram que infected, paranormal attack, e ate skasi, tocam full on.... isso não seria um psy rock, ou sei la........ e Eskimo por exemplo não considero um som tão pscodelico como os que citei antes, me parce um som mais pesado, com menos psicodelia...Alem disso, dentro de todos os djs e tracks que citei acima, não sei dividir em morning, afternoon e night.
- PROGRESSIVE (Yahel, seria progressive trance ou Psy prog?
In the dirt, e a maior parte das musicas do album zero six after do Ticon seriam Psy prog ou progressive trance? E o novo album 2AM, poderia-se dizer que isso e progressive house? esse album me pareceu mais "lento", um pouco mais "electro". O progressive house teria o som mais pobre em elementos, tipo mais a batida marcada que o prog trance e o psy prog? Por exemplo, o som do lish e do yahel me parecem mais parecidos ao full on, que o novo som do Ticon, que se assemelha ate a dnox e beckers....

- DARK-
Weird-
Groove-
- seria tipo skasi, void, paranormal attack???
SUOMI- Houvi falar que e um som mais "natural", tipo o do projeto Haltya, mas não consegui entender bem.

Bem, se tiver algum(s) amigo(s) paciente afim de ajudar, agradeceria se explicassem(em) com suas palavras cada um dos estilos, comentassem as explicações e duvidas que citei, se possível, citando djs e tracks pra cada estilo, de preferencia utilizando os que já citei.

Bem, sou leigo, mas deu pra perceber que curto e tenho muita vontade de aprender......

Abraço a todos
Digg this Post!Add Post to del.icio.usBookmark Post in TechnoratiTweet this Post!
Responder com Citação
  #13 (permalink)  
Antigo 05-05-2008, 18:30
Avatar de babylettuce
poi spinning girl
 
Registrado em: Nov 2006
Localização: Rio de Janeiro, RJ
Posts: 323
Valeu: 748
Recebeu 239 valeus em 66 Posts
Padrão

cara, eu acho que no fundo no fundo até quem consegue explicar que o estilo XYZ é subestilo de ABC e possui os elementos tal tal e tal tem a maior dificuldade do mundo em REALMENTE rotular alguma música que esteja tocando.

simples assim: não dá pra rotular música com exatidão. simplesmente porque não tem receita pra fazer música. como vc pode definir que o som de um determinado dj é full-on morning? ele vai tocar o tempo inteiro esse som? e dentro de uma mesma música, como vc pode dizer que é um estilo só? já cansei de ouvir e garanto que quase todos de ouvidos atentos aqui também já perceberam músicas que possuem mais de uma vertente - sim, DENTRO da mesma música. como vc rotula isso? porque o estilo tal possui determinados elementos e o outro possui elementos diferentes... isso não funciona na prática. vc pode possui músicas de elementos completamente distintos e elas serem de sonoridade semelhante, ou músicas de elementos iguais que não são do mesmo "estilo". eu acho que essa necessidade de subdividir excessivamente o trance em vertentes minúsculas é desnecessário. pra mim tá bom só chamar de "full-on"!
__________________
there's nothing to be afraid of
virtual reality will rehabilitate your mind
and eventually your body
you'll be alright, i promise
just concentrate,
and trust the music!

:dance3:
Digg this Post!Add Post to del.icio.usBookmark Post in TechnoratiTweet this Post!
Responder com Citação
  #14 (permalink)  
Antigo 19-08-2008, 15:17
paletas
Visitante
 
Posts: n/a
Post ñ me parece

ñ me parece ke o trance descenda do house ou do tecno visto ke o trance é de descendencia tribal e ñ electrónica o trance vem da congáda a mt mt mt tempo atraz ... trance minimal é uma das milhares vertentes de toda a música electro seja ela house tecno trance chillout existe mnimal em tudo minimal é como o nome indica o minimo possivel de batidas sem alterar a vertente em questão :thumbsupu
por outro lado full on é sempre a "rasgár" ñ tanto como o dark mas rápido e c\ batidas fortese claro rápidas...
espero ter ajudado meu nick é paletas e sou de portugal e é um prazer .....
peace
:matrix:
Digg this Post!Add Post to del.icio.usBookmark Post in TechnoratiTweet this Post!
Responder com Citação
  #15 (permalink)  
Antigo 28-08-2008, 09:02
Ohm_Project
Visitante
 
Posts: n/a
Cool

:thurp::bleh:
Citação:
Postado Originalmente por Anselmo Ver Post
o minimal trance existe.....:dance2:



O Trance minimal, é uma vertente do trance extremamente detalhista, onde os detalhes são valorizados ao máximo. Com muito menos elementos que o trance progressivo, o Minimal é a mais "silenciosa" das vertentes do Trance Music. o estilo se caracteria muito mais pela crescente fluência dos detalhes do que pela fluencia da música em si. Nas outras vertentes de trance vemos um mix de sons juntos que levam o ouvinte a uma viagem pela música com um som hipnótico, já no minimal vemos a música começar e, dai por diante, cada detalhe minimo da música vai crescendo ate que o set do dj acabe. Um exemplo disto é que em uma música de outra vertente do trance temos uma variaçao de Bpm de 140 a 160(dark trance o mais rápido dos estilos de trance), já no minimal as batidas correspondem ao detalhe, que também se torna algo hipnótico, a música pode por exemplo destacar o som de uma gota de água, um objeto caindo e dele fazer com que todo o resto da música flua em harmonia com o todo, nao é muito apreciado em nosso país pelo seu cárater repetitivo e contemplativo, em nosso país os europeus são bem mais aceitos.


Desculpem là. Para kem nao dis k hoje em dia nao e facil faser distincoes entre os varios tipos de musica mas ....
So nao distingue kem nao estiver dentro do assunto pk as diferencas sao bem claras, para kem tem o ouvido apurado....:wacko::huh::blink::angry:
uma pesoa k tenha um pouco de teoria e ouvido safa-se, pode haver uma musica ou outra em k se fike na duvida mas nao sao assim tantas.....
E ae cara tranquilidade??...você botou projetos de todas as vertendes menos a do trance minimal, especifica alguns projetos dessa vertente ae pra galera!!!!!:rolleyes2
Digg this Post!Add Post to del.icio.usBookmark Post in TechnoratiTweet this Post!
Responder com Citação
  #16 (permalink)  
Antigo 12-09-2008, 01:49
Alexandre E
Visitante
 
Posts: n/a
Padrão

Citação:
Postado Originalmente por Ohm_Project Ver Post
:thurp::bleh:

E ae cara tranquilidade??...você botou projetos de todas as vertendes menos a do trance minimal, especifica alguns projetos dessa vertente ae pra galera!!!!!:rolleyes2
Recomendo o projeto Quarz, especificamente o album SIO2.

Psy Progressivo minimal alemao da melhor qualidade...

Pra frente e excelente...

Sem muitos efeitos, batidas hipnoticas...
Digg this Post!Add Post to del.icio.usBookmark Post in TechnoratiTweet this Post!
Responder com Citação
  #17 (permalink)  
Antigo 23-09-2008, 10:31
Avatar de katatal
FuLL ON FoReVer !
 
Registrado em: May 2006
Localização: RIo
Posts: 151
Valeu: 283
Recebeu 92 valeus em 42 Posts
Enviar mensagem via Windows Live Messenger para katatal
Padrão

Caraca tópcio excelente, pra tirar algumas duvidas.
Show galera !
Parabéns. :thumb:
__________________
Nos chamam de loucos,num mundo em que os certos fazem bombas !
Digg this Post!Add Post to del.icio.usBookmark Post in TechnoratiTweet this Post!
Responder com Citação
  #18 (permalink)  
Antigo 17-12-2008, 00:14
DJGOPAN
Visitante
 
Posts: n/a
Padrão

faltou o progdark, entre 135 e 140 bpm, pesado, cadenciado, quadrado, sombrio e lisérgico... a verdadeira crocância da psicodelia...:thumb:
Digg this Post!Add Post to del.icio.usBookmark Post in TechnoratiTweet this Post!
Responder com Citação
Resposta

Favoritos

Tags
diferenças , entre , full , minimal , psytrance


Usuários Ativos Atualmente Vendo Esse Tópico: 1 (0 membros e 1 visitantes)
 
Ferramentas do Tópico Pesquisar no Tópico
Pesquisar no Tópico:

Pesquisa Avançada
Modos de Exibição

Regras para Posts
Você não pode postar novos tópicos
Você não pode postar respostas
Você não pode postar anexos
Você não pode editar seus posts

Código [IMG] Sim
Código HTML Não
Trackbacks are Sim
Pingbacks are Sim
Refbacks are Sim




plurall.com - plurall@plurall.org - 2004-2009



Content Relevant URLs by vBSEO 3.5.2